e-mail marketing

Mobile, relevância e horário: três chaves para o e-mail marketing

Uma das mais antigas ferramentas de marketing digital, o e-mail marketing se reinventa mês a mês para atender as demandas das empresas e dos usuários. A Experian Marketing Services apresentou o último benchmarking do canal, em relação ao último trimestre de 2015. Confira os principais insights que o estudo trouxe:

Importância do mobile é maior do que nunca

A taxa de abertura de e-mails em tablets e smartphones já representa 56%. O número representa um crescimento de dois pontos percentuais em relação ao levantado no terceiro trimestre de 2015. Esse número mostra que os usuários seguem com o processo de mudança do desktop para os dispositivos móveis. Por isso, desenhar as campanhas de e-mail marketing para experiência mobile é essencial para manter os consumidores engajados com sua marca.

Relevância do conteúdo é o segredo

Por muitos anos a premissa era que os e-mails deveriam ser assertivos e não lotar as caixas de mensagens dos usuários. No entanto, o volume de envios cresceu 23.4% entre o último trimestre de 2015 e 2014. O resultado: as taxas de abertura se mantiveram equivalentes e o descadastramento diminuiu. Ou seja, o engajamento está mais ligado à relevância do conteúdo do e-mail e não propriamente ao volume de disparos.

Horário impacta no engajamento

Não existe o melhor momento para enviar e-mail, mas é possível dizer que os envios aos finais de semana e nas primeiras horas da manhã incrementaram o engajamento das campanhas durante o quarto trimestre de 2015. Faça testes e identifique se sua base segue o mesmo padrão, ou procure reconhecer o melhor horário para suas campanhas.

Marketing Digital: estratégias para PMEs

Bom seria se toda empresa tivesse tempo e dinheiro para testar cada nova tendência que aparece no mundo do marketing. Mas a verdade é que as melhores práticas e ferramentas só mostram seu valor quando os resultados concretos e quantificáveis aparecem – como a fidelização ou chegada de clientes. Confira 3 dicas que ajudam as pequenas e médias empresas na hora de decidir o que pode ser útil em sua estratégia de marketing digital:

Ações nas redes sociais

Das últimas “revoluções digitais”, a ascensão das redes sociais impactou positivamente os pequenos e médios empreendedores. Com amplo potencial de engajamento por meio da divulgação de marcas e campanhas, as ações no Facebook, Instagram e Snapchat, por exemplo, aproximam público e empresa, não apenas com uma comunicação bem pensada, mas como um canal viral para executar ofertas e promoções especiais. As redes sociais também têm alta capacidade de targeting que, simplificando, é a possibilidade de selecionar quem será alcançado pela campanha.

Mídia programática

O processo automatizado de compra e venda de mídia elimina alguns fatores que podem atrasar o negócio, como negociações extensas entre anunciante e veículo e inclusões manuais de anúncios. Entre os benefícios, a mídia programática faz com que as pessoas certas sejam alcançadas no momento e hora certos. Ou seja: não é preciso comprar um pacote gigante de impressões para atingir menos da metade das pessoas.

E-mail marketing assertivo

A prospecção, a manutenção do ciclo e o relacionamento são pilares do bom e-mail marketing. Para prospecção, é preciso trazer novas pessoas interessadas no produto ou serviço. A lista vem do uso de “iscas” adequadas, como brindes, conteúdos, cursos ou descontos, em troca de alguns dados. Com a manutenção do ciclo, o objetivo é acolher o prospect e entregar o que ele busca, fazendo com que ele se lembre da marca, se relacione com ela e compre. E por falar em relacionamento, com o e-mail certo é possível mostrar relevância e se tornar uma referência para o cliente, com conteúdos úteis e interessantes.

7 métodos de marketing online que têm resistido ao tempo

Muitas tendências de marketing online são apenas isso — tendências. Elas surgem, desaparecem e morrem. É uma das coisas mais frustrantes sobre marketing. Você gasta tanto dinheiro e investe tanto tempo em alguma coisa, e então — puff! — ela desaparece. Você se sente como se tivesse desperdiçado tempo e esforço. (mais…)